Maria Gonçalves Campolina (Mariah Campolina), administradora, natural de Formosa-Go, com residência em  Brasília -DF, Brasil, sempre surpreende o cenário artístico de brasileiro quando se refere à artes visuais.

 Seu primeiro contato com a arte foi em Dezembro/2004, com Woodson Mackelly e Jetter Peixoto na Casa das Artes em Salvador-Bahia.

Regressando para Brasília em Maio/2006 de sua terra natal – Formosa-Go, a artista continuou a fazer cursos com Frank Melo e Cássia Melo no M & M Atellier.

Participou de Workshops com Geraldo Assis e Juliana Limeira.

Sempre focada, em busca de enriquecer seu conhecimento explorando as técnicas mistas, texturas e cores.

Suas obras variam do acadêmico para contemporâneo.

Mariah Campolina têm em seu curriculum presença em exposições espalhadas por todo mundo, com participação em exposições coletivas: nos EUA, Alemanha, Portugal, Áustria, Eslováquia, Itália e no Brasil.

A arte sutil e surpreendente de Mariah Campolina

Desde o começo, no mundo das artes, vem diversificando seus conhecimentos e experiência com mestres, museus, galerias e exposições.

É apaixonada pelas flores do cerrado, arte figurativa, contemporânea e abstrata.

Artista plástica profissional, registrada na Secretaria de Cultura do DF e no CEAC, suas obras fazem parte de acervos públicos e privados no Brasil e no exterior.

A irreverência da artista surpreendeu a comunidade brasiliense quando a artista produziu canecas com a impressão de suas principais telas no aniversário de 50 anos da cidade de Brasília – DF.

A arte sutil e surpreendente de Mariah Campolina
A surpreendente arte de Mariah Campolina
Artigo anteriorGretchen fala sobre sua rotina em Mônaco
Proximo artigo6 motivos para você beber água todos os dias
Sula Costa
Sula Costa nasceu em Anápolis, GO. Formou-se em Publicidade, Marketing e Jornalismo. Em NY, trabalhou com produtoras cinematográficas internacionais, Organizações de Instituto de Pesquisa em Preservação do Meio ambiente na ONU. Estudou produção de TV na Califórnia , designer gráfico e fotografia em NY. Trabalhou em projetos de restauração,construção e intervenção, planejamento culturais para o Brasil . Cobriu os principais eventos econômicos do Brasil em New York; trabalhou como correspondente internacional para o jornalista Gilberto Amaral. É Diretora Executiva da Costa Consulting,, empresa de consultoria e fomento cultural em Brasilia e, World Art Show em Sao Paulo, empresa que apoia a arte visual do Brasil.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here