“A Viola Encarnada: Moda de Viola em Quadrinhos”. E traz narrativa visual inspirada no cancioneiro caipira.

Projeto contemplado pelo ProAC retrata a música caipira com roteiro e artes visuais de Yuri Garfunkel e participação do violeiro Ivan Vilela

"A Viola Encarnada: Moda de Viola em Quadrinhos"





























“Faz sentido trazer para o desenho uma música que tem uma narrativa tão imagética”. A afirmação de Ivan Vilela, violeiro, compositor, arranjador e pesquisador da música caipira contextualiza o enredo de “A Viola Encarnada: Moda de Viola em Quadrinhos”, uma HQ baseada em temas sugeridos em mais de 80 canções do repertório caipira. 

Com roteiro e artes visuais do desenhista, músico e educador Yuri Garfunkel, o projeto contemplado pelo Programa de Ação Cultural (ProAC), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado,será lançado neste sábado (09/11) na Livraria do Espaço, em São Paulo.

Dividida em 10 capítulos, conforme as 10 cordas da viola caipira, que também lhes dão título, “A Viola Encarnada: Moda de Viola em Quadrinhos” retrata as aventuras dos amigos Vaqueiro e Violeiro em diversas situações recorrentes do cancioneiro caipira em viagens pelo interior do país. 

“A narrativa aborda a função social da viola desde suas origens rurais, o trabalho no campo e com o gado, as pescarias, o próprio ofício do violeiro que toca nas festas e nas fazendas.

O ponto de partida da trama é o assassinato do Chico Mineiro. A partir daí busquei outras modas que esclarecesse esse mistério”, explica Yuri Garfunkel. 

Como a maioria das pessoas, Garfunkel teve seu primeiro contato com a música caipira quando era criança por conta das canções que suas avós cantavam. 

Com o passar dos anos, seu interesse pelo gênero aumentou e há 5 anos começou a tocar viola. 

“Desde então, o roteiro da HQ foi se formando na minha cabeça a partir do repertório que conheci ao longo da vida”, comenta. 

Para ele, a música caipira destaca-se por sua sonoridade única. “Ela engloba uma grande variedade de ritmos e a qualidade das composições é impressionante”, declara.

Garfunkel já possuía o conhecimento do repertório caipira como músico, flautista e violeiro. Para contextualizar o enredo, convidou Ivan Vilela para compartilhar seu conhecimento histórico na introdução do livro. 

“Yuri Garfunkel teve a genial ideia de trazer este universo histórico da formação cultural do nosso povo para os quadrinhos. 

Ele traduziu em belas imagens tais narrativas reproduzindo cenas icônicas de modas e momentos. 

Além disso, a linguagem dos quadrinhos atinge um público diverso, inclusive mais jovem, e que desconhece essa história e essa música”, descreve Vilela.
         
Em suas 172 páginas, a obra conduz o leitor para uma viagem sonora afinada com as características históricas e visuais da flora e da fauna dos estados brasileiros,  fundamentais na formação da cultura caipira, numa jornada que percorre os sertões até chegar na cidade grande. 

Um dos diferenciais da produção é que os acontecimentos e paisagens descritos nas letras propõe ao leitor um encontro com a imaginação já que estão interligados visualmente, ou seja, sem textos ou balões de fala. 

Desta forma, o leitor pode induzir o conteúdo do texto sugerido pelos títulos das canções de referência que são indicadas no rodapé das páginas e dispostas para conferência em uma playlist digital no Canal ‘A Viola Encarnada’ no Youtube: 

https://www.youtube.com/playlist?list=PLvcPsRrO7n0ud-bsTU1ljWts_cRRNzx-d  




Com sua obra, Garfunkel pretende apresentar uma visão do universo da música de viola diferente da proposta pelo mercado cultural atual. 

Confira o vídeo:https://www.youtube.com/watch?=IbdfACh3xG8&feature=youtu.be
“A Viola Encarnada: Moda de Viola em Quadrinhos”

Saiba mais:

Yuri Carlos Garfunkel (autor e ilustrador): Desenhista, músico e educador desde 2004, é criador do Sopa Art Br, estúdio de artes visuais, ilustração e design, com mais de 10 anos de experiência em comunicação visual ligada à cultura.

O Sopa desenvolve seu trabalho autoral a partir de pesquisas na união de linguagens artísticas, expandindo o formato das histórias em quadrinhos através de relações com a arte urbana, música e educação.

Com quatro exposições criadas nesse conceito, Música-Visual (2009), X-Sampa (2011), Lendas na Rua (2013) e Centenário do Samba (2016), circularam por diversas galerias, parques e estações do Metrô de São Paulo, e expuseram na Argentina, Itália e Espanha.

Como profissional autônomo, Yuri ilustrou uma série de projetos de comunicação visual para artistas e festivais, além de diversas publicações, livros, revistas e histórias em quadrinhos, entre elas a HQ promocional da série Supermax, lançada na CCXP 2015.

Como músico, flautista e violeiro, Yuri integra desde 2008 o grupo instrumental Kaoll e, recentemente, passou a integrar o grupo Pequeno Sertão, de música caipira autoral, dos quais também é responsável pela comunicação visual.

Como educador, Yuri desenvolve oficinas de desenho e criação artística, entre elas a oficina Lendas na Rua para crianças e Memória Musical, voltada para o público da 3ª idade, ambas com circulação no Estado de São Paulo pela rede do SESC.

Portfólio online: www.sopa.art.br

Ivan Vilela

Ivan Vilela (texto): Violeiro, compositor, arranjador, e pesquisador da música caipira.

É professor da Escola de Comunicações e Artes da USP e também diretor da Orquestra Filarmônica de Violas.

Foi tema de um especial da TV Cultura em 2010. Cursou a faculdade de História antes de ingressar no curso de Composição musical da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), onde conclui o bacharelado em Artes, Composição Musical em 1994, e o mestrado em Composição Musical em 1999.

Obteve o doutorado em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo, com a tese ‘Uma história social da música caipira’, em 2011.

Foi indicado para o Prêmio Sharp 1998, na categoria Revelação Instrumental, pelo CD Paisagens.

Em 2002, foi agraciado com a Medalha Carlos Gomes. É autor do livro ‘Cantando a Própria História’, onde descreve o desenvolvimento da viola caipira no país desde o século XIV e as transformações sociais que culminaram no evento da cultura caipira.

Ficha Técnica:

‘A Viola Encarnada – Moda de Viola em Quadrinhos”
Yuri Garfunkel: Pesquisa, roteiro, arte, lápis, giz de cera e aquarela
Ivan Vilela: Texto introdutório
Mathias Zaeslin: Aquarela
Zé Otávio: Photoshop
Bruno Mestriner: Indesign
Paulo Garfunkel: Revisão
Capa: 365x250mm, 4×4 cores, Tinta Escala em Cartão Supremo LD 250g. Prova Xerox. Prova de Cor Epson.
Miolo: 172 páginas, 178x250mm, 4 cores, Tinta Escala em Polen Bold LD 90g. Prova Xerox. Pré-impressão, Laminado Fosco, Número de lados 1(Capa), Dobrado(Miolo), Intercalado(Miolo), Alceado(Miolo), Hot melt(Miolo), Shrink Individual, Costura.
Tiragem: 1.000 exemplares
Realização: ProAC
Apoio: Red Clown Publicações, Instituto Çarê e AtlaS
Contato: [email protected] // www.facebook.com/yuri.sopa

Lançamento da HQ “A Viola Encarnada – Moda de Viola em Quadrinhos” aconteceu na Ho Livraria do Espaço, com entrada gratuita.

Leia ainda Almanak lança seu primeiro DVD acústico no Carioca Club

Artigo anteriorESPM SOUL uma maratona de atividades artísticas
Proximo artigo20 anos de História do CTN Festival Forró
Tania Voss
A jornalista Tania Voss tem 30 anos de carreira, trabalhou nos mais importantes veículos de comunicação do Brasil. Atua como repórter, editora, colunista social e assessora de imprensa. Notícias Populares, Folha de São Paulo, Popular da Tarde (Coluna do Gugu),Diário Popular, Jornal da Tarde, Revista Raça Brasil, Raça Visual, Cabelos, Antenada, Toda Teen, Revista Negro 100%, colunas em rádios e TVs, recebeu troféus e prêmios como revelação e destaque do ano, entre outros. Citação em livro-tese "O discurso da violência: as marcas da oralidade no jornalismo popular", por Ana Rosa Ferreira Dias Atualmente tem uma coluna musical no site cartão de visita do R7 e um blog Universo da Fama. Uma carreira totalmente ligada a área cultural, principalmente no meio artístico, em coberturas de festas, entrevistas, eventos sociais em geral, lançamentos e tudo mais. O glamour e os famosos fazem parte da vida e dia a dia da jornalista. Um luxo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here