Cantora Alcione é sinônimo de samba e estilo. As unhas decoradas, o batom impecável, as roupas cheias de personalidade são uma marca da nossa eterna Marrom. Alcione é sinônimo de samba e também de estilo!

Na hora de escolher seus óculos para compor seu visual, ela também não abre mão de beleza e, de preferência, no conforto de seu lar.

Semana passada ela aproveitou uma pausa na agenda de shows para escolher novo modelito da Ótica Diniz do Shopping Tijuca, recebendo atendimento especializado e pra lá de vip.

 “Além da comodidade, levamos um equipamento portátil para tirar as medidas e um portfólio exclusivo com as últimas tendências. 

O foco é oferecer conforto, praticidade e, principalmente, economia de tempo”, explica Denise Musser, proprietária da loja, que começou a entender essa mudança do mercado, tempos atrás, após receber solicitações de atendimento personalizado de clientes mais antigas.

Cantora Alcione é sinônimo de samba e estilo
Foto: Divulgação

Leia ainda Blue Note SP recebe o ícone da MPB Beto Guedes

Sobre Alcione

Cantora Alcione é sinônimo de samba e estilo

Nascida em São Luís do Maranhão, é a quarta de nove filhos do casal João Carlos e Felipa. Formou-se professora primária em sua cidade, mas em 1967 mudou-se para o Rio de Janeiro.
A Marrom, apelido que ganhou desde o início de sua carreira artística, detém um glorioso currículo que inclui os principais palcos do Brasil e do mundo, já tendo cantado em mais de 30 países.
Cantora Alcione é sinônimo de samba e estilo
Só para dar uma pincelada na trajetória da artista e demonstrar sua importância na divulgação da música brasileira no exterior, seguem alguns destaques: Cantou em 13 teatros no Japão, entre eles o Pit Inn e o Nakanu Plaza Hotel; Festival de Montreux e Jam Session de Montreux, na Suíca; Em Portugal, nos teatros Capitólio, Coliseu e Tivolli, em Lisboa, Coliseu e Sal da Beira, no Porto, além, da Universidade de Coimbra e no Cassino de Estoril; Festival Domenica Romana na Itália e o FEM 6 em Köln, na Alemanha; 7ª Bienal do Brasil em Lyon, na França, na casa de espetáculos Ballroom e no Town Hall Theatre em Nova York, onde também cantou no Brazilian Day de 2009; No ginásio Dinamo em Moscou e mais 12 teatros da antiga União Soviética, somando um total de 26 apresentações por quatro Repúblicas – hoje países -Rússia, Estônia, Lituânia e Ucrânia.
Todas a convite do Ministério da Cultura da URSS; Duas apresentações em Tel Aviv; Representou o Brasil em especial para a Televisa no México; Diversas apresentações na Argentina, Chile, Uruguai, Angola, Cabo Verde e Moçambique!
Gravou 03 compactos: Figa de Guiné (1972), Tem Dendê (1973) e Os Melhores Sambas Enredo de 75 (1975); 21 LPs: A Voz do Samba (1975), Morte De Um Poeta (1976), Pra Que Chorar (1977), Alerta Geral (1978), Gostoso Veneno (1979), E Vamos À Luta (1980), Alcione (1981), Vamos Arrepiar (1982), Dez Anos Depois (1982), Almas e Corações (1983), Da Cor Do Brasil (1984), Fogo da Vida (1985), Fruto e Raiz (1986), Nosso Nome: Resistência (1987), Ouro e Cobre (1988), Simplesmente Marrom (1989), Emoções Reais (1990), Promessa (1991), Pulsa Coração (1992), Brasil de Oliveira da Silva do Samba (1994) e Profissão Cantora (1995); 19 CDs: Tempo de Guarnicê (1996), Valeu (1997), Celebração (1998), Claridade (1999), Nos Bares da Vida (2000), A Paixão Tem Memória (2001), Ao Vivo (2002), Ao Vivo 2 (2003), Faz Uma Loucura Por Mim (2004), Faz Uma Loucura Por Mim Ao Vivo (2004), Uma Nova Paixão (2005), Uma Nova Paixão Ao Vivo (2006), De Tudo Que Eu Gosto (2007), Acesa (2009), Acesa Ao Vivo Em São Luís do Maranhão (2010), Duas Faces Jam Session (2011), Duas Faces Ao Vivo Na Mangueira (2011), Eterna Alegria (2013), Eterna Alegria Ao Vivo (2014); 09 DVDs: Ao Vivo 2 (2003), Faz Uma Loucura Por Mim Ao Vivo (2004), Uma Nova Paixão Ao Vivo (2006), De Tudo Que Eu Gosto (2007), Acesa Ao Vivo Em São Luís do Maranhão (2010), Duas Faces Jam Session (2011), Duas Faces Ao Vivo Na Mangueira (2011) e Eterna Alegria Ao Vivo (2014).
Por alguns desses álbuns, ganhou 25 Discos de Ouro, 07 de Platina, sendo 02 de Platina Duplo, 03 DVDs de Ouro e 01 DVD de Platina.
Em sua galeria de troféus – com mais de 350 peças – possui títulos e honrarias que poucos artistas conseguiram obter ao longo de suas carreiras,.
No ano de 2003 a Marrom foi agraciada com o Grammy Latino na categoria Melhor Álbum de Samba e recebeu na Academia Brasileira de Letras, o Prêmio de Melhor Cantora Popular.

Próximos Shows

18OUT – Rio de Janeiro/RJ – Espaço Hall


19OUT – Curitiba/PR – Teatro Positivo


20OUT – Rio de Janeiro/RJ – Participação Grupo Raça, Renascença


26OUT – Campos dos Goytacazes/RJ – Multi Place


31OUT – Recife/PE – Homenagem Cidadã Pernambucana

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here