Cinema: Baixo Centro/ Outer Edge/ Film Society of Lincoln Center

Festival do Novo Cinema Latino Americano “Outer Edge” and “The Dead and the Others”

A sinopse da obra baseia-se em um casal que se conhece e se separa na mesma noite por força das circunstâncias.

Porém, seus solitários trajetos são marcados por encontros com outras pessoas, que lhes despertam êxtases, lembranças e ambivalências.

Sob a sombra de um sentimento de destruição iminente, eles vagam pela noite aparentemente sem fim.

Lançamento

O lançamento do festival acontecerá nos dias 22 a 25 de fevereiro,
FilmLinc –  Walter Reade Theater em Nova Iorque nos Estados Unidos.

Estreia

E estréia norte-americana da sedutora e enigmática experiência
noturna, nos espaços periféricos e desolados da cidade mineira Belo Horizonte, os diretores cinematográficos inspiraram-se na sinopse do Filme Baixo Centro.

Quando ainda trabalhava no Cine Humberto Mauro, em Belo Horizonte, o cineasta Samuel Marotta conheceu Ewerton Belico, um dos curadores do forumdoc.bh, festival que apresenta parte de sua programação naquela sala.

Algum tempo depois, Samuel chamou Ewerton decidiu convidar Samuel Marotta para se juntar ao projeto de Baixo Centro, filme que, em janeiro passado, recebeu o prêmio principal da Mostra Aurora, seção competitiva de longas da 21ª Mostra de Tiradentes.

A partir do momento em que o Ewerton entrou no projeto, os personagens foram envelhecendo e as questões do filme foram para um universo mais adulto, discutindo temas mais densos.

A morte começou a rondar o filme”, resume Samuel

Ewerton lembra que o momento sociopolítico do Brasil e a mudança na ocupação do espaço urbano influenciou bastante os rumos que o roteiro tomaria.

“No momento em que a gente estava escrevendo, toda essa vivacidade que a gente via [em Belo Horizonte] rapidamente morre, violentamente.

A primeira versão do roteiro era muito rósea, então o filme foi ficando mais pesado. Foi inclusive por isso que a gente envelheceu os personagens”, conta.

Uma noite sem fim

Nos fragmentos de uma noite sem fim, Robert e Teresa se encontram, se conhecem e se separam pela força da opressão e pela ameaça da morte e da desaparição que se insinua continuamente no filme.

Circundados por Djamba, Gu e Luísa, a noite sugere encontros, êxtase, memórias da catástrofe e promessa irrealizada de felicidade.

Ewerton Belize e Sam Marotta usam uma linguagem poética afro-descendente no diálogo do filme em proposta e deleitaram-se na trilha sonora-a combinação de electro-funk e versões contemporâneas.

Belize e Marotta, juntamente com o diretor de fotografia Leonardo Feliciano (Araby, ND/NF 2017), capturam uma atmosfera de loucura e desespero com um sentido de lugar requintado, olhos claros.

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here