Desigualdades socioterritoriais nas cidades brasileiras 

Especialistas vão abordar gestão das políticas sociais brasileiras, diversidades socioculturais presentes nas cidades e seus territórios, e o mapa da desigualdade em São Paulo

0
18
Desigualdades socioterritoriais nas cidades brasileiras -namidia-uiara zagolin-foto divulgação

Desigualdades socioterritoriais nas cidades brasileiras  –   29 Especialistas vão abordar gestão das políticas sociais brasileiras, diversidades socioculturais presentes nas cidades e seus territórios, e o mapa da desigualdade em São Paulo, entre os outros assuntos.  

O Senac Francisco Matarazzo realiza, no dia 30 de novembro, no Auditório Nobre do edifício Sede do Senac São Paulo, na Vila Buarque, o debate Gestão de Projetos Sociais no Território. A iniciativa tem o objetivo de proporcionar um diálogo sobre as desigualdades socioterritoriais e os caminhos para decodificá-las, com especialistas sobre o tema.

O evento consiste em painéis temáticos que trarão à tona discussões sobre a política brasileira e problemas relacionados à desigualdade social.  A programação contempla o painel Do Chão para a Gestão, das 14h30 às 16 horas, com Dirce Koga, autora do livro Medidas de cidades entre territórios de vida e territórios vividos e São Paulo: sentidos territoriais e políticas sociais, em coautoria com Aldaiza Sposati; com a mediação de Pedro Pontual, presidente honorário do Conselho de Educação Popular da América Latina e Roberto Galassi Amaral, coordenador do curso Gestão de Projetos Sociais no Território (Presencial) e professor no curso Projetos Sociais e Políticas Públicas (EAD).

Na ocasião, eles falarão como a lógica institucional tem marcado os processos de gestão das políticas sociais brasileiras e as diversidades socioculturais nas cidades e seus territórios. Além disso, vão discutir sobre os caminhos metodológicos a serem construídos na perspectiva de inversão desta lógica de gestão, além de abordar métricas e cartografias sociais no país.

mapa sao paulo-foto divulgação-namidia-uiara zagolin
Foto Divulgação

Já o painel Ação Social no Território – a contribuição do Mapa da Desigualdade da cidade de São Paulo acontecerá das 16 às 17 horas, com Américo Sampaio, professor e conselheiro da Escola de Governo de São Paulo e com a mediação de Pedro Pontual e Roberto Galassi Amaral. O debate apresentará as informações mais significativas do Mapa da Desigualdade da cidade de São Paulo, buscando mostrar como este instrumento criado pela Rede Nossa São Paulo pode contribuir para uma melhor qualificação das ações sociais nos territórios e para engajar os atores da sociedade civil para a prática do controle social das políticas públicas.

O evento é gratuito e voltado aos profissionais, estudantes e interessados em gestão de projetos sociais, responsabilidade social, política pública e desenvolvimento social. Para se inscrever, acesse a página da unidade no Portal Senacwww.sp.senac.br/franciscomatarazzo ou na agenda de eventos: www.sp.senac.br/eventos.

Serviço: 
Gestão de Projetos Sociais no Território
Local: Auditório Nobre – edifício Sede do Senac São Paulo
Rua Dr. Vila Nova, 228, Vila Buarque – São Paulo – SP
Data e Horário: 30/11/2017, das 13h30 às 17h30
Participação: Gratuita

Programação:

13h30 às 14 horas – Recepção dos Participantes

14 horas às 14h10 – Abertura com Roberto Galassi Amaral

14h10 às 14h30 – Apresentação dinâmica: Susana Sarmiento, do Portal Setor3 do Senac São Paulo.

14h30 às 16 horas – Painel 1: Do Chão para a Gestão

A atividade buscará dialogar sobre a lógica institucional que tem marcado os processos de gestão das políticas sociais brasileiras, normalmente de costas para as desigualdades socioeconômicas e diversidades socioculturais presentes nas cidades e seus territórios.

Convidada: Dirce Koga

Mediadores:  Roberto Galassi Amaral e Pedro Pontual

16 às 17 horas – Painel 2: A Ação Social no Território – a contribuição do Mapa da Desigualdade da cidade de São Paulo

O painel tem por objetivo apresentar as informações mais significativas do Mapa da Desigualdade da cidade de São Paulo, buscando mostrar como este instrumento criado pela Rede Nossa São Paulo pode contribuir para uma melhor qualificação das ações sociais nos territórios.

Convidado: Américo Sampaio, gestor de projetos da Rede Nossa São Paulo

Mediadores: Roberto Galassi Amaral e Pedro Pontual

17 horas às 17h30 – Fechamento – Roberto Galassi Amaral e Pedro Pontual novembro/2017

Deixe uma resposta