Culinária feita por amigos e para amigos

Kith, como diz a raiz do nome (mix de "kith" com "kitchen"), busca reunir amigos, conhecidos, vizinhos, para resgatar o prazer de sentar-se à mesa.

1
242

Kith Restaurante inaugura em Pinheiros

Chef Juliana Faingluz (ex-DOM, Maní e El Celler de Can Roca) aposta em culinária contemporânea com toques afetivos, como arroz de costela, braseados e xixos no espetinho

Culinária feita por amigos e para amigos

Essa é a proposta do Kith Restaurante, que abriu, em soft opening, na última sexta (05/10/18), em Pinheiros, São Paulo.

A surpresa já começa pelo espaço. O restaurante fica no segundo andar de um prédio comercial, bem na esquina da movimentada rua dos Pinheiros.

Subindo a escada, encontra-se um oásis de tranquilidade no meio do corre-corre do bairro.

Culinária feita por amigos e para amigos
Um dos destaques do menu do Kith, novidade em Pinheiros, é o arroz de camarão com alho-poró, molho de ostra, amendoim, rúcula e raspas de limão. Crédito das fotos: Tadeu Brunelli.

Kith

Kith, como diz a raiz do nome (mix de “kith” com “kitchen”), busca reunir amigos, conhecidos, vizinhos, para resgatar o prazer de sentar-se à mesa.

Em locação inusitada, traz um ar cosmopolita, urbano e de descoberta à experiência gastronômica.

Um grupo de sócios e amigos do Kith – a chef Juliana Faingluz, o arquiteto Denis Pieroni, a advogada Eduarda Chaves e os fisioterapeutas Vitor Tosi e Marcio Luiz Tosi – busca oferecer um trivial de personalidade, culinária variada, de diferentes sotaques, sabores, texturas, sem complicação e com boa relação custo-benefício.

A princípio, a casa irá operar só no almoço, de segunda a sexta.

À frente da cozinha está a experiente chef gaúcha Juliana Faingluz (ex-Maní, DOM, La Brasserie Erick Jacquin, e internacional, nos premiados Quique Dacosta, El Celler de Can Roca e Hotel Maher, na Espanha).

Com cardápio que muda semanalmente, segundo a criatividade da chef e os ingredientes da estação, o menu executivo do Kith será composto por 3 tempos ao preço fixo de R$ 55.

Para petiscar, há abóbora assada com saladinha de rúcula, azeite, limão e lascas de parmesão ou a saladinha de alface romana na brasa com molho de iogurte e bacon crocante.

Como principais, a chef sugere os espetinhos de carne com vinagrete de cebola assada, salada morna de batata e farofinha de pão com alho e salsinha; milanesa de carne com purê de batata e dijon e repolho roxo na brasa ou, ainda, o arroz de camarão com alho-poró, molho de ostra, amendoim, rúcula e raspas de limão.

Sempre apresentando uma opção vegetariana, há versões de moqueca como a de pupunha e banana da terra com arroz cateto e farofa crocante.

Para finalizar, sobremesas reconfortantes como maçã assada, crumble de canela e sorvete de creme e o bolo quente de chocolate com calda morna de brigadeiro.

Para harmonizar, uma novidade, vinhos frisantes – tinho e rosé – servidos em lata. Praticidade garimpada pela chef pelas vinícolas do Sul do país.

Na ampla e envidraçada cozinha da casa, brilha uma churrasqueira.

A brasa do carvão será utilizada para grelhar as carnes e legumes e servi-los em espetos individuais. Churrasco e espetinhos serão uma marca da casa.

“O menu do Kith vai ser uma mistura da minha bagagem, pelo Brasil, minha infância em Porto Alegre, e meus trabalhos na Espanha.

Vamos ter desde um familiar arroz de costela, braseados de verduras até xixos, mix de carnes e legumes servidos em espetinhos.

A churrasqueira vai ser o coração da casa”, explica a chef e sócia Juliana Faingluz.

Culinária feita por amigos e para amigos
À frente da cozinha, está a chef gaúcha Juliana Faingluz, com ampla experiência nacional, Maní, DOM, La Brasserie Erick Jacquin, e internacional, nos premiados Quique Dacosta, El Celler de Can Roca e Hotel Maher, na Espanha.Créditos: Tadeu Brunelli

Décor

Com projeto do arquiteto e também sócio Denis Pieroni, a casa aposta num ambiente industrial iluminado e, ao mesmo tempo, aconchegante.

Num amplo salão de 160m2, o projeto explora elementos como o concreto, madeira e ferro, piso de cimento queimado, tijolos e tubulações aparentes.

Toda a caixilharia de ferro foi desenhada pelo arquiteto e executada sob medida. O décor traz itens de design contemporâneos, como cadeiras Charles Eames, Thonart e em madeira maciça vergada.

Os tampos de mesa feitos de painéis de cerne de madeira teca (teak), de reflorestamento, super-resistente e que injeta um calor à composição.

Nas cores, além do cinza, há toques de argila, cor que é tendência e reflete o espírito moderno e acolhedor do restaurante.

Moderno e com e amplas janelas transparentes com vista para a movimentada rua dos Pinheiros, a ideia dos sócios é utilizar o espaço para confraternizações à noite, como festivais gastronômicos, culturais, eventos corporativos e sociais.

Cozinha com estilo. Culinária do mundo, com ingredientes frescos, locais e sabores afetivos, como os churrascos de infância da chef, com um toque de urbanidade.

Serviço:

Kith 2º Andar

www.kithrestaurante.com.br

Endereço: Rua Bianchi Bertoldi, 168 -2º andar

Pinheiros – São Paulo – SP- CEP: 05422-070

Tel. 11 3032-5220

Aceita reservas.

E-mail: [email protected]

Capacidade: 57 lugares.

Horário de funcionamento:

Almoço: de segunda a sexta, das 11h45 às 15h30

Jantar: Não abre para o jantar e nem aos fins de semana e feriados.

CC: Todos.

CD: Todos.

Não aceita cheques.

Não possui área para fumantes.

Tem ar-condicionado e acesso wi-fi.

Possui cadeirões para bebês (02).

Não possui fraldário.

Não possui acesso nem banheiro adaptado para deficientes físicos.

Não possui serviço de valet nem estacionamento.

Menu executivo: R$ 55 (em três tempos).

Não serve couvert.

Permite levar seu próprio vinho.

Serviço de rolha: R$ 25.

Não possui adega climatizada.

Não é pet-friendly.

Previsão de abertura: 05/10/18 (soft-opening).

Facebook: /kith2oandar

Instagram: @kith_2º.andar

 

 

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here