Dete Nunes concorre a Chapa II em Tocantins

Homem sério, lutador e merecedor desta vitória, agora é chegada a vez por ter o perfil e propostas que a classe tanto anseia.

0
505
dete nunes-namidia-uiara zagolin-foto divulgação

Sendo um homem sério, lutador e merecedor desta vitória, agora é chegada a vez por ter o perfil e propostas que a classe tanto anseia.

Conhecido por sua intensa dedicação as causas da Classe dos Profissionais da Contabilidade bem como profundo conhecedor de todas as esferas que norteiam sua classe, o contador Dete Nunes que é Vice Presidente da Confederação dos Profissionais da Contabilidade, está disposto a aplicar ao lado de grandes profissionais e colegas da CHAPA 2 todo seu conhecimento e experiência na gestão do CRC-TO!

A todos os colegas de profissão: continuemos nosso empenho profissional, brevemente seremos mais reconhecidos – isto é apenas uma questão de tempo!”

“A todos os estudantes (ou futuros) universitários da área contábil: você escolheu bem, e tenho certeza que contribuirá com uma sociedade mais dinâmica e, quem sabe, com um Brasil melhor”.

Fonte: 
Lili Bezerra

O candidato a Presidência do CRC-TO, Contador Dete Nunes, juntamente com membros da Chapa 2 – Mudar é o Conselho. Novas Ações, conquiste! Contadores Gleydson Elias (Ortec Contabilidade) e Raimundo Rocha Alencar (Contrix Contabilidade) realizaram um verdadeiro “arrastão” no último dia (22) em Paraíso do Tocantins, na oportunidade eles realizaram visitas as Empresas Contábeis da cidade e diversos órgãos públicos.

Com o mesmo espírito de toda a campanha, motivado pela mudança e pelo sentimento de RENOVAÇÃO, o contador Dete Nunes buscou mais uma vez o corpo a corpo com a classe contabilista. O candidato começou realizando visitas a escritórios e expondo suas propostas para a sua futura administração. Durante as visitas, Dete Nunes se preocupou em ouvir também os contabilistas esclarecendo dúvidas, ouvindo diversas reivindicações e reclamações e acatando sugestões, que serão colocadas em prática a partir de Janeiro de 2014 no Conselho Regional de Contabilidade do Tocantins – CRC-TO.

Dete disse ainda para os colegas por onde passou em Paraíso, que as multas serão zero “temos que dar condições de trabalho para os nossos colegas contabilistas, e não implantar a fábrica da multa. Temos que promover cursos, melhorando ainda mais a qualidade dos nossos profissionais. O CRC-TO virou uma empresa comercial, visando lucros, multando os colegas e faturando em cima do profissional que mantém a instituição”.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here