corrida para o vestibular está na reta final

A corrida do vestibular está na reta final e o selo Via Leitura, da editora Edipro, separou importantes obras para essa etapa

0
11
vestibular-namidia-uiara zagolin-foto divulgação

Neste ano, o vestibular mais cobiçado, Fuvest, bateu recorde com no total são 107.818 candidatos que irão prestar a primeira fase da prova.

O selo Via Leitura, da editora Edipro, especializada em clássicos da literatura, já reforçou o estoque das melhores livrarias do país com as obras, da coleção luso-brasileira, que traz alguns dos títulos mais lidos para os vestibulares.

Sonetos, de Luís de Camões (21,90)

Sinopse: Este livro reúne 65 sonetos do índice básico da lírica de Camões, selecionados por meio de uma detalhada pesquisa junto às mais destacadas produções acadêmicas sobre a obra do autor. Além dos sonetos do índice básico, foram incluídos outros 13. A obra traz os sonetos que fazem parte da bibliografia indicada em programas de vestibular.

 

O Cortiço, de Aluísio Azevedo (26,90)

Sinopse: a obra põe olhos sobre os marginalizados: lavadeiras, trabalhadores braçais, malandros e viúvas pobres. O olhar darwinista do autor posicionou o romance como a expressão máxima do Naturalismo na literatura brasileira. O Cortiço é um retrato das mazelas sociais que atingiam a capital do Império, sob a visão cientificista de um escritor que levou ao extremo a estética realista da época. Uma obra que continua atual, tanto em sua temática quanto em sua linguagem.

Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis (24,90)

Sinopse: Edição com texto integral. Inclui notas explicativas para os termos não usuais para facilitar a leitura. Com este livro, em 1881, Machado de Assis inaugura o Realismo no Brasil. A essa trajetória, Machado empresta o domínio da narrativa. Suas inovações literárias afastam-no de qualquer autor de sua época, alçando-o ao patamar de mestres da literatura universal, como James Joyce e William Shakespeare, e ao posto de maior expoente das letras brasileiras.

 

Iracema, de José de Alencar (24,00)

Sinopse: Este livro faz parte da trilogia indianista de José de Alencar – que inclui ainda O guarani e Ubirajara –, vertente da literatura romântica brasileira que buscou valorizar os temas e a língua nacionais. Escrito em 1865, é um clássico brasileiro protagonizado pela “virgem dos lábios de mel”. Esta edição tem texto integral e traz notas explicativas para os termos não usuais, para facilitar a compreensão da obra.

A Coleção Luso-Brasileira já conta com 19 títulos com o melhor da literatura de Brasil e Portugal. Confira outras obras da coleção:

Til, de José de Alencar (26,90); – Viagens na Minha Terra, de Almeida Garret (25,90);O Alienista, de Machado de Assis (17,90); Memórias de Um Sargento de Milícias, de Manuel Antônio de Almeida (24,90); Macunaíma, o Herói Sem Nenhum Caráter, de Mário de Andrade (28,90); Lucíola, de José de Alencar (27,00); Dom Casmurro, de Machado de Assis (23,90); Contrastes e Confrontos, de Euclides da Cunha (29,90); Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente (19,90); Amar, verbo intransitivo – Idílio, de Mário de Andrade (27,90); A relíquia, de Eça de Queirós (27,90); A Farsa de Inês Pereira, de Gil Vicente (R$ 19,90).

 

Deixe uma resposta