Yannick Hara faz show no Arte Cult 2017 em São Paulo

0
5
Yannick Hara -na midia-uiara zagolin

Evento gratuito tem line up de três dias a partir de 25 de agosto

Yannick Hara, rapper que integra a cultura geek às suas composições, se apresenta no Arte Cult 2017 que contempla as áreas de arte, música e literatura. O evento ocorre nos dias 25, 26 e 27 agosto no Head80, espaço em São Paulo, com o objetivo de incentivar a cultura.

Yannick Hara -na midia-uiara zagolin

Apresentando seu trabalho Também conhecido como Afro Samurai – EP com oito faixas, lançado em 2016 – Yannick fará show no dia 26 (sábado) a partir das 15h. O álbum é todo baseado no mangá “Afro Samurai” (2000), escrito por Takashi Okazaki. Tanto no EP, como na história, Afro – um samurai negro – tenta vingar a morte de pai, que foi assassinado por Justice.

Seguindo essa mesma linha, Yannick lançou recentemente o clipe da faixa “Afro vs Justice” que conta o momento de duelo entre os dois personagens. Assista:   https://www.youtube.com/watch?v=T5Jk6EMeUMI

O festival também terá exposições com Valter Ferrari e Paulo Bruno; discussão literária com o Serginho Terra e com o auxiliador social e artificie cultural, Rafael Santos; e mais música com Projeto Silva que se apresenta somente com voz e ukulele.

Além disso, Rafael Santos também fará palestra sob o tema “Vida em movimento, cultura e meditação” e a educadora Jessica Luna proporcionará uma conversa cultural aos participantes.

Serviço: Arte Cult 2017

Data: dias 25, 26 e 27 de agosto

Local: Head80

Endereço: Rua Sebastião Cerrato, 36, próximo ao metrô Vila Prudente.

Horários: 25 de agosto (sexta-feira) às 20h;

26 de agosto (sábado) às 15h;

27 de agosto (domingo) às 17h;

Ingressos: Entrada franca

Mais informações: AQUI

Yannick

Nascido e criado no centro de São Paulo, Yannick é um rapper independente que não segue os padrões tradicionais do gênero. Enquanto a maioria dos MCs falam do dia a dia nas periferias, críticas ao sistema ou – até mesmo – sobre amor, festas e luxo, Yannick busca inspiração em mangás, animes e a cultura geek para escrever suas letras. Pouco a pouco, o artista vem crescendo e conquistando respeito do público e da crítica. Com o EP Também Conhecido Como Afro Samurai, por exemplo, realizou mais de 30 apresentações, incluindo uma apresentação no Estúdio Showlivre, um dos principais palcos da música independente brasileira. A pedido do Jornal Metro SP, o rapper resenhou a edição “Hip Hop Genealogia” que revê primórdios do gênero. Lançou o clipe de A Maldição da Bandana, com exclusividade pelaBillboard Brasil e o lyric vídeo de Afro Vs Justice pelo Omelete. Foi notícia nos principais jornais do país como, por exemplo, O Estado de S. PauloJornal Estação e A Crítica (AM). Em 2016, foi indicado ao Prêmio Pindorama na categoria “Aposta”. Participou da coletânea “O Mundo Ainda Não Está Pronto – Um Tributo ao Pato Fu”, projeto que reuniu vários artistas de vários gêneros para homenagear os 25 anos da banda mineira. Yannick, junto com Camila Brumatti, fez a faixa “Eu Ando Tendo Sorte”.

YANNICK – Instagram, Facebook, YouTube, Spotify