Fundação FEC oferece coquetel para lançamento do projeto “As Marias do Brasil”

O evento ocorreu em São Paulo e visa arrecadar incentivos para produção de uma série de TV sobre o feminicídio no Brasil.

A Fundação Fé, Esperança e Caridade (Fec) sempre esteve à frente de projetos sociais que visam levar bem-estar, capacitação e mudança de ambiente na vida dos impactados pela ação social.

Com este viés sócio-educativo através da presidente da entidade, a filantropa Kristhel Byancco, a Fundação Fec abraçou o projeto “As Marias do Brasil” de autoria da jornalista Cléa Paixão que tem como missão abordar a evolução e resultados da Lei Maria da Penha, as mulheres que enfrentaram e romperam a violência doméstica e o empoderamento feminino em uma série na TV aberta.

Um coquetel de lançamento do projeto “As Marias do Brasil” foi oferecido a diversos órgãos da sociedade civil em São Paulo vislumbrando o apoio das entidades para a captação de recursos para a produção da série de TV que mostrará o panorama do drama vivido por milhares mulheres brasileiras: a violência doméstica.

Fundação FEC e o lançamento "As Marias do Brasil”

O evento que ocorreu no dia 18 de março reuniu diversas entidades como a Organização das Mulheres Empresárias (OBME), o Instituto Elos e a madrinha da Associação Universo Down de Joinville/SC a escritora Edinar Abuhab entre outras entidades.

A principal meta da reunião é trazer colaboradores e financiadores para o projeto “As Marias do Brasil” que possui a aprovação da Agência Nacional de Cinema (Ancine)  para recolher os incentivos fiscais e viabilizar a série televisiva.

Sobre o Projeto: “As Marias do Brasil”

Com o aumento do número de feminicídio no Brasil, a série torna-se imprescindível.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o número de assassinatos no país é 4,8 para cada 100 mil mulheres. Dado alarmante que reflete a realidade do Brasil, país com a quinta maior taxa de feminicídio do mundo.

No ano passado, levantamento feito pelo G1, portal de notícias, doze mulheres foram assassinadas todos os dias, em média, no Brasil.

O portal considerou os dados oficiais dos estados relativos a 2017. São 4.473 homicídios dolosos, sendo 946 feminicídios, ou seja, casos de mulheres mortas em crimes de ódio motivados pela condição de gênero.

 Trata-se de um aumento de 6,5% em relação a 2016, quando foram registrados 4.201 homicídios (sendo 812 feminicídios).

Feminicídios

Isso sem contar o fato de alguns estados que ainda não tinham fechado os dados na ocasião do levantamento, o que, a posteriori, aumentou ainda mais a estatística.

Somente no estado de São Paulo, o número de feminicídios subiu 26,6% em 2018, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública.

Foram registrados 119 casos de janeiro a novembro de 2018, contra 94 no mesmo período do ano anterior.

O crime ocorre quando a vítima é morta pela condição de ser mulher. E apenas na primeira semana de 2019, cinco casos de feminicídio e outras tentativas já foram registrados no estado.

Série

A série As Marias do Brasil, obra seriada documentário para TV, é um produto positivo que vai contribuir com a conscientização e o enfrentamento da violência e o empoderamento das mulheres, além de promover harmonia e paz nas famílias e entre homens e mulheres.

Os episódios vão mostrar as mudanças de comportamento, de vida, de autoestima, na construção da história da mulher a partir da Lei Maria da Penha, nos 26 estados e no Distrito Federal. 

Relatos

Os relatos de mulheres que foram vítimas de violência, como cada uma rompeu o ciclo de violência, os apoios recebidos, as dificuldades enfrentadas, e até que ponto a lei Maria da Penha ajuda, vai encorajar outras mulheres a saírem do silêncio e denunciarem seus agressores, promovendo superação e salvando vidas.

A série é inovadora na televisão ao levar não só as mulheres, mas toda a sociedade a aprender e refletir com cada história. E quem sabe mudar de atitude e visão com relação à violência contra a mulher.

Fundação FEC

A Fundação FEC, criada em 12 de outubro de 1999 com fins assistenciais, beneficentes e não lucrativos, tendo como objetivo primordial o estudo, a pesquisa e a efetiva implantação de programas sociais e educacionais para o desenvolvimento tecnológico e amparo assistencial de comunidades carentes nas áreas de saúde, educação e cidadania, quer estar mais próxima da temática mulher e contribuir com o debate para a construção de uma sociedade sem violência, mais justa e igualitária, onde a paz possa reinar.

Também é objetivo nosso, participar com e desenvolvimento de políticas para o fim da violência contra as mulheres.

Site: www.kristhelbyancco.com.br/fec

Instagram: @fundacaofec

Face: Fundação Fec

Imagens: Paula Lopes

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here