Hoje, Jean William, é uma das vozes mais conhecidas da música erudita brasileira.

Foi orientado pelo maestro João Carlos Martins e ficou famoso ao cantar para o Papa Francisco no Rio de Janeiro, no ano de 2013.

Jean William, ontem, se apresentou no Teatro Procópio Ferreira com seu espetáculo GRANDES TEMAS POR JEAN WILLIAM EM CONCERTO com participação especial de Fabiana Cozza.

O tenor brasileiro continua sua carreira em que promove a mistura do erudito com o popular.

Este espetáculo “Grandes Temas por Jean William” é o mais recente repertório do tenor e é uma forma de aproximar o público da linguagem da música erudita, especificamente da música erudita cantada, que tem uma roupagem diferente e moderna”, explicou em um comunicado enviado à imprensa.

Na apresentação, o tenor teve acompanhamento de oito instrumentistas e Fabiana Cozza que iluminou o palco do teatro.

Jean William com o espetáculo GRANDES TEMAS
Adriana Amaral e o tenor Jean William

A direção artística ficou por conta de Guilherme Leme Garcia, um dos destaques da direção de musicais brasileiros da atualidade; a direção musical é de Lourenço Rebetez; o figurino de João Pimenta e iluminação ficou por conta de Anna Turra.

Jean William com o espetáculo GRANDES TEMAS
Vera Holtz e Zaine Assaf

Vários artistas passaram por lá para prestigiar o tenor, destacando a artista global Vera Holtz, a apresentadora Adriana Amaral, o presidente da Federação dos Colunistas Ovadia Saadia, a cantora Cintia Camilly, o neurocirurgião Dr.Wanderley Cerqueira de Lima e o musicista Willian Jones.

Jean William com o espetáculo GRANDES TEMAS
Presidente da FEBRACOS Ovadia Saadia, Sueli Bastos, NeuroCirurgião Dr. Wanderley Cerqueira de Lima. jornalista Uiara Zagolin, empresário João Zagolin, Executiva de Negócios Zaine Assaf

Sobre Jean William

Nascido de uma família humilde e criado pelos avós, Jean teve a sorte de crescer em um ambiente musical. Os avós eram afinados e o avô, em especial, era multi-instrumentista.

Desde a infância, Jean William revelou-se um talento musical. Em Barrinha, interior de São Paulo, ele começou a cantar na igreja.

Ainda adolescente, formou uma banda de rock. Logo ganhou um concurso cujo prêmio era uma bolsa de estudos.

Estudou música na USP. Venceu o desafios e se formou em 2009.

Mais uma vez, ele contaria com a sorte e a velha determinação: a ver a apresentação de uma orquestra de jovens, regida pelo consagrado maestro e pianista João Carlos Martins, ele decidiu que queria ser ouvido por ele.

Foram inúmeras as apresentações no Brasil, incluindo uma durante a visita do Papa Francisco. Também se apresentaria no Lincoln Center de Nova Iorque.

Leia também São Paulo ganha CENTRO CULTURAL COREANO

Ficha Técnica

Guilherme Leme Garcia – Diretor Artístico

Lourenço Rebetez – Diretor Musical

Fabiana Cozza – Participação Especial

Músicos – (Sopros) Zafe Costa, (Violino I) Carol Duarte, (Violino II) Ananda Fukuda, (Viola/Acordeom) Guilherme Bomfin, (Violoncello) Thais Duarte, (Contrabaixo) Júlio Nogueira, (Piano) Vitor Arantes, (Percussão) Kabê Pinheiro.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here