Maitei Hotel celebra a arte de bem receber e é sinônimo de uma estada inesquecível em Arraial d’Ajuda 

MAITEI HOTEL

Uma saudação à arte do bem receber

Maitei Hotel celebra a arte de bem receber e, em tupi-guarani, uma das famílias linguísticas mais importantes da América do Sul, significa “saudações”.

Esse termo dá nome ao hotel, que é um refúgio baiano que conta com apenas 17 suítes, das quais 9 com vista panorâmica do Oceano Atlântico, estrategicamente localizado no alto de Arraial d´Ajuda.

Maitei Hotel celebra a arte de bem receber

Inaugurado em dezembro de 2005, o Maitei Hotel é uma ode à luz e fruto da genialidade do arquiteto Luciano Soares (in memoriam), que morou por três décadas em Arraial, e de sua esposa, Érika Sanches, ambos cariocas.

Na ocasião, a intenção deles era criar um hotel com projeto arquitetônico totalmente integrado à geografia local com madeiras de lei, priorizando o bambu e a palha de dendê, bem como a criação de espaços amplos charmosamente decorados e interligados que estendiam a área social para a parte externa, a qual mereceu, igualmente um cuidadoso projeto paisagístico.

Dando real significado ao ato afetivo do receber, o empreendimento recebeu o nome de Maitei.

Percorrendo seus espaços, o hóspede rapidamente percebe o toque essencial da personalidade do casal e tem a possibilidade de se aninhar em pequenos nichos aconchegantes para oxigenar as ideias.

Esses cantinhos, todos decorados de maneira clean, têm um lifestyle repleto de bossa contemporânea que evita, de forma louvável, as armadilhas das obviedades e ilustra a visão de hospitalidade de seu arquiteto e o olhar sempre atento de sua proprietária. 

Nos jardins e terraços predominam plantas da Mata Atlântica e helicônias.

A culinária como porto seguro imprescindível

Maitei Hotel celebra a arte de bem receber

Uma boa mesa é fundamental para Érika Sanches. Quando convidou a chef Fernanda Possa para assinar o menu,  a premissa era a de imprimir frescor.

O resultado, executado pelo chef Rafa Oliveira, é um cardápio enxuto com pratos bem executados que priorizam fornecedores locais para seus peixes e frutos do mar.

Além disso, muito dos legumes, frutas e verduras são comprados de pequenos produtores de agricultura familiar, dando um arremate perfeito para as variadas opções existentes no cardápio, entre elas massas e carnes.

Um dos queridinhos dos clientes é o Trilogia de Frutos do Mar com Risoto de Limão Siciliano.

O hotel também possui um bartender que fica à disposição dos hóspedes e, com eles, cria a sua alquimia.

Entre as mais pedidas das opções fixas estão as caipirinhas de maracujá com pimenta dedo de moça e a de uva Itália com manjericão, além do Néctar Maitei (gin, tônica, néctar de cacau e cardamomo).

No café da manhã, que é servido em forma de bufê e com a possibilidade de pratos quentes (incluídos na diária), sempre são oferecidos suco detox do dia e opções veganas, bem como uma surpresinha.

Gastronomia, aliás, é um dos trunfos de Arraial. “Temos muitas opções por aqui, do mais rústico ao mais experimental.

Apesar do volume de número de visitantes e de atrativos nacionalmente conhecidos, como a Igreja Matriz Nossa Senhora d´Ajuda, Arraial vai se revelando aos poucos e o turista mais atento vai se surpreender positivamente ao perceber que os indígenas, os artesãos, os capoeiristas, o esoterismo e os ideais de compartilhamento ainda permeiam as relações por aqui”, diz a proprietária.

Érika mora no charmoso distrito do sul da Bahia com seus dois filhos pequenos, Manuela, de 10 anos, e Gabriel, com 8; dois cavalos da raça lusitano, 6 cachorros (dos quais 2 adotados) e uma gatinha.

“Temos praias incríveis, como a dos Pescadores, rústica, que quase não conta com estrutura, a de Araçaípe, famosa por suas tonalidades de esmeralda, e Pitinga.

Além disso, conhecemos todas as possibilidades locais e temos imenso prazer em compartilhar isso com nossos hóspedes.

Seja um passeio de parapente, uma consulta a um oráculo ou uma terapia alternativa, organizamos tudo com muito cuidado, assim como um piquenique à beira-mar, uma aula de pintura, visitas a ateliês de artistas ou um passeio de quadriciclo. Tudo pode ser consultado com o nosso concierge”, diz a empresária.

Complementarmente, Érika afirma: “Durante nossos 13 anos de existência, permitimos que nossos hóspedes pudessem ter acesso a todo o nosso universo de atrativos.

Agora, estamos reforçando e ampliando nosso leque de alternativas, proporcionando uma experiência de viagem alinhada a uma hotelaria de excelência”.

No final do dia, não invariavelmente os hóspedes voltam para o hotel e podem desfrutar de uma vista grande angular do mar.

De suas varandas privativas, nos espaços de convívio ou no rooftop é possível tomar um drinque, fazer uma boa leitura, praticar meditação, usufruir da pequena academia, se presentear com uma massagem corporal terapêutica ou, simplesmente, se permitir ficar à deriva do dolce far niente.

“Aqui, nossos hóspedes podem vivenciar um Arraial totalmente diferente do que vivenciaria se estivesse em outro lugar. Isso porque temos uma equipe de experts que sabe identificar o perfil do cliente e, assim, pode oferecer uma variada gama de experiências, sejam indoor ou outdoor.

Mesmo para aqueles que desejam passar o dia todo na praia, saberemos indicar a ideal ”, explica a proprietária.

O que não falta é personalidade

Maitei Hotel celebra a arte de bem receber

Com o sucesso do Maitei Hotel, alguns hóspedes passaram a questionar Érika Sanches sobre a possibilidade de privatizações para cerimônias de casamento, bodas e até mesmo para uma família que desejasse fechar o hotel com exclusividade.

Dessa forma evolutiva, mas também intuitiva, nasceu a ideia da Casa Maitei.

Residência da família projetada em cada detalhe por Luciano Soares, esse espaço de 5.000m2 tornou-se um objeto de desejo instantâneo desde o seu surgimento.

No terreno estão duas casas e uma ampla piscina com saída direta para a Praia de Araçaípe.

“Demorou para amadurecer a ideia de abrir a minha residência para hóspedes. Foi um exercício de desprendimento que, com o tempo, eu aprendi a gostar”, afirma Érika.

Para aqueles que buscam um local de imersão pé na areia para partilhar afeto e celebrar a vida, a Casa Maitei atinge o alvo em cheio.

Serviço:

Maitei Hotel

Ammenites – L´Occitane

Roupa de cama – Trussardi

Idade mínima – 12 anos

Número de quartos – 17

Capacidade de hospedagem – 38 pessoas

Hidromassagem – em todos os quartos

Piscinas – duas piscinas não climatizadas

Sauna – a vapor

Sala de ginástica

Spa – capacidade para duas pessoas

Premiações – TripAdvisor. Conde Nast Johansens

Selos – Conde Nast Johansens, Sul Hotels, Circuito Elegante, Exclusive Collection

Endereço: Estrada do Mucugê, 475, centro

Telefone: 73 3575-3799

Site –  https://www.maitei.com.br/pt-br

Email: [email protected]

Redes Sociais – https://www.facebook.com/MaiteiHotel

https://www.instagram.com/maiteihotel/

Tarifas ­­– entre alta e baixa podem variar de R$ 800 a R$1.200, com café da manhã

Experiências – massagens corporais terapêuticas, parapente, ateliê de pintura, sup, quadriciclo, piquenique, caminhada, passeios de bicicleta e terapias alternativas, entre outros.

Casa Maitei

Quartos – 5 suítes, (4 tendo vista para o mar), divididos em duas casas.

Capacidade de hospedagem – até 10 pessoas

Roupa de cama – Trussardi

Piscina – 1

Jacuzzi – 2 duplas

Facilidades –academia epranchas para SUP

Tarifa ­­– diárias entre alta e baixa podem variar de R$ 5 mil a R$15 mil; inclui serviços de 1 camareira, 1 cozinheira e 1 jardineiro

Leia também: Perigos do pensamento negativo na infância

6 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here