Moda para todos estilos e biotipos de mulheres. A empresa Mon Âme participa da 88ª Edição da Bijoias  que acontece no início da próxima semana.

Esta parceria solidifica ainda mais a visão de que os todos os tipos e variedades de  acessórios,  designs, modelos e cores fazem  toda diferença na roupa.

Sobre a MON ÂME

Tradução do francês Minha Alma, o nome surgiu diretamente da alma das sócias Andrea Lemos Britto, Solange Tieko e Valéria Shiozuka para o cotidiano de suas clientes.

Trabalhando em cima do conceito do consumo mais consciente, a Mon Âme busca reduzir o impacto negativo no meio ambiente e, para isso, optou por produzir apenas duas grandes coleções para duas estações, com novidades e lançamentos intercalados.

Moda para todos estilos e biotipos das mulheres

“Nosso calendário de moda segue a metodologia de Charles Worth, famoso estilista considerado o pai da alta costura.

As coleções centrais são marcadas por duas épocas: outono/inverno e primavera/verão, com novidades intercaladas.

A marca cria peças inteligentes que trazem conforto e praticidade para pessoas de todas as idades e biotipos nos mais variados estilos, e também inova com a modelagem G+.

Moda para todos estilos e biotipos de mulheres

Indo contra o fluxo normal do mundo da moda em que as mudanças são rápidas e constantes, a marca aposta na atemporalidade e na sustentabilidade.

“Nossa produção bebe do conceito de upcycling, que reforça uma tendência mundial de reaproveitamento dos resíduos de tecido.

Mensalmente, revertemos resíduos da fábrica na ordem de 400 Kg mensais”, explica Solange Tieko, também sócia da marca.

“Doamos esses tecidos para ONGs e comunidades carentes, que os reciclam para tapetes, bolsas e colchas.

Outra parcela é comercializada a preços simbólicos para pequenos empresários, que trituram e produzem flanelas para limpeza”.

Obedecendo também aos mais rigorosos preceitos da produção desacelerada, na escolha criteriosa de seus fornecedores e nas relações justas de trabalho.

Além de adotar “FUR-FREE”, prática do não uso de peles em suas coleções.

Priorizando o conforto e a elegância através de cortes assimétricos e de muita fluidez.

A coleção atemporal foi pensada para diminuir o impacto ambiental, evitar a sobra de resíduos e repensar o consumo acelerado de modismos passageiros.

Com sobreposições simples de duas ou mais peças da nossa coleção, é possível criar diversos looks por serem coringas e compatíveis com todos os guarda-roupas.

“Para cada roupa confeccionada se gasta mais matéria-prima e recursos naturais não renováveis.

Dez mil litros de água são usados na fabricação de apenas uma calça jeans, por exemplo.

Quando você se posiciona a favor do consumo consciente e investe em roupas atemporais, está contribuindo diretamente para a preservação do meio ambiente”, pontua Valeria Shiozuka.

A coleção conta com roupas em viscolycra, linho e viscoses para compor a modelagem ampla e sem muitas estampas, possibilitando diversas combinações com múltiplos acessórios.

As peças atemporais da Mon Âme, somadas à vasta oferta encontrada na Bijoias, compõem looks para as mais diferentes ocasiões!

FacebookInstagramYouTube

Leia ainda: 1º Festival de Torresmo, chopp artesanal e churros

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here