Mostra de decoração Casa Cor 2018 e a força da natureza

O projeto paisagístico do escritório KalilFerre exibe logo na entrada da mostra uma exuberante massa verde com peixes nacionais e elementos da terra, onde o homem e a natureza se interagem em um formato viável e necessário.

0
768

Casa Cor 2018: jardins que abrem a esperada mostra de decoração trazem o que há de mais belo na fauna e flora do Brasil

O projeto paisagístico do escritório KalilFerre exibe logo na entrada da mostra uma exuberante massa verde com peixes nacionais e elementos da terra, onde o homem e a natureza se interagem em um formato viável e necessário.

Antes de conferir as urbanas propostas de decoração, o visitante da versão 2018 da Casa Cor será impactado com o mais valioso dos cenários: a força da nossa natureza.

A proposta Brasil de Origem é assinada pelo escritório KalilFerre Paisagismo, formado por Elaine Kalil e Maurício Ferrer.

Seu principal objetivo é interação do ser humano com a mata, justamente no espaço destinado para receber o público da mostra.

O projeto ocupa 153m2 e reúne cerca de 1.500 mudas de plantas, além de 130 árvores de diversas alturas, como palmeiras, todas nativas da Mata Brasileira.

Essa rica vegetação foi instalada pela dupla e permeia o espaço que reúne  recepção, sala de imprensa, um lounge para meeting point e a própria circulação dos ambientes.

Em cada canto, a diversidade sensorial será impulsionada tanto para o olhar humano como nos aromas da massa verde concentrada.

Na identificação da leitura paisagística, o trabalho da dupla desenvolveu quatro alturas com os elementos selecionados na formação da paisagem, levando em conta o movimento e a preocupação do aspecto real de nossa mata.

Na primeira altura, a mais alta, estão algumas arvores existentes no local.

A partir dessa dimensão, Ferrer e Kalil começaram a interferir no cenário agregando Algodoeiros da Praia e Paus Mulatos, Quaresmeiras do Brejo, Mirindibas, Dedaleiros e Oitis, como segunda altura.

São árvores nativas que conversam com as existentes e dão uma continuidade visual importante para a estética do lugar proposto.

Na terceira, o observador encontra espécies como Heliconias Bihai e Caribaea, Ciclantos e Calatheas com folhas arredondadas, além de flores imponentes que marcam as origens do nosso pais.

Por último, a altura mais baixa completa a vegetação com Filodendros como Guaimbês e Ondulatum, e mais Iris da praia e diferentes Marantas e Bromélias para agregar cores e texturas diferentes aos ambientes.

Para complementar a realidade da Mata Brasileira foi projetado um lago de aproximadamente 45m2 com miradores que proporcionam ao observador o deleite de peixes nativos como arraias de 35cm de diâmetro, aruanas, pirarucus e apaiaris.

Os materiais exibem diferentes relevos e texturas com pedras em tons neutros.

Com isso, a sensação de frescor e de vida do elemento água oferece ainda mais a interação do homem e a natureza em absoluta harmonia.

Enfim, a presença do homem representado pela arquitetura, com figuras geométricas, e a natureza representada pelo paisagismo, com figuras orgânicas e diferentes alturas, ritmos, texturas e cores.

Por usar apenas espécies nativas, o custo de manutenção do Brasil de Origem é muito baixo e a adaptabilidade das plantas é muito alta

Além disso, Kalil e Ferre não só afirmam a viabilidade desse tipo de ação como valorizam a cultura de plantas nacionais.

Aliás, criaram um espaço cem por cento sustentável que não gerou nenhum tipo de resíduo, inclusive incorporando no ambiente, os resíduos de outros espaços.

É o milagre da natureza.

Parceiros no projeto: Naturallagos – We light – MH5 Marcenaria – Sombra Verde viveiro de arvores.

Sobre KalilFerre Paisagismo

Elaine Kalil e Mauríio Ferre criaram seu escritório há quatro anos.

Contando com uma equipe especializada em paisagismo, arquitetura e agronomia, os paisagistas projetam espaços sustentáveis, primorando a vegetação nativa sempre que for possível, sempre levando em conta a baixa manutenção, que consegue marcar uma paisagem tropical contemporânea.

Para a KFP cada projeto e único e tem a obrigação de trazer equilíbrio absoluto entre o homem e a natureza, respeitando o bioma local e proporcionando no só beleza si não também versatilidade e funcionalidade.

Sua marca está em casas, projetos corporativos e nas principais mostra da arquitetura de interiores, como Artefacto e Casa Cor.

 “Nossa missão como profissionais é projetar ambientes com o objetivo de proporcionar felicidade e descanso para a mente” Elaine Kalil

“Em parceria com a natureza, determinamos as cores, as alturas e os ritmos que combinam com o estilo de vida de cada cliente” Maurício Ferre

Leia também: Vernissage de Neura Costa na Saphira& Ventura Gallery

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here