Nilson Matta’s Brazilian Voyage Quintet em perfomance no Dizzy’s Club em Nova Iorque.

Nilson Matta é considerado um dos maiores contrabaixistas do mundo, desde sua chegada em Nova York, em 1985, onde esta radicado, abre temporada de shows em Jazz no Dizzy’s Club em Nova Ioque , nos Estados Unidos.

Nilson Matta's Brazilian Voyage Quintet 1

Nilson tornou-se um dos mais requisitados instrumentistas, desde sua mudança par a Nova Iorque , por renomados artistas norte-americanos, como: Joe Henderson, Herbie Mann, Kenny Barron, Slide Hampton, Mark Murphy, Don Friedman, Paquito D’Rivera, Paul Winter, e muitos outros.

Assim como, quando ainda estava no Brasil, também tocou com muitos grandes nomes, como: João Gilberto, Hermeto Pascoal, Roberto Carlos, Chico Buarque, Nana Caymmi, Helio Delmiro, João Bosco, Johnny Alf e Luis Bonfá.

O músico que também faz parte do “Trio da Paz”, que é considerado, um dos mais importantes grupos de jazz brasileiro, no mundo; formado por seus amigos de longa data, Romero Lubambo (violão) e Duduka da Fonseca (bateria).

Em “Copacabana”, seu terceiro álbum solo, Nilson traz composições originais, e releituras de Trenzinho do Caipira (Villa-Lobos); Aquarela do Brasil (Ary Barroso) e Asa Branca, Baião (Luiz Gonzaga); combinando a sofisticada harmônica do jazz, à rítmica da música brasileira.

É acompanhado pelo “Brazilian Voyage”, um quinteto formado por: Harry Allen (saxofone), Anne Drummond (flauta), Klaus Mueller (piano), Mauricio Zottarelli (bateria) e Zé Mauricio (percussão).

O Dizzy’s Club em Nova Iorque

O Dizzy’s Club sempre manteve suas portas abertas para músicos classudos como o perfil de Nilson Matta.

O local é considerado o braço do jazz do Lincoln Center for the Performing Arts, no entanto, o Dizzy’s Club fica no Time Warner Center, de frente para o Columbus Circle, a três quadras do campus onde se encontram as outras casas de show do que fazem do Lincoln Center.

Dizzy’s Club conta com o melhor da culinária internacional e os shows ali são sensacionais, por isso essa é uma boa dica para quem gosta de curtir a noite com uma boa gastronomia e excelente música.

Um dos diferenciais desse bar de jazz é que atrás do palco há uma vista deslumbrante para o Central Park e para os edifícios de Upper East Side.

Com 140 lugares, a casa tem uma acústica maravilhosa, por isso você não vai ter problema para escutar os grandes nomes do jazz que se apresentam ali, como Wynton Marsalis, Sherman Irby, Joey Alexander, Carlos Henriquez, entre outros.

Além dessas apresentações, após às 23:00 rolam as late night sessions, que conta com artistas novatos e convidados especiais.

Bar de Jazz Coca-Cola

Nilson Matta’s Brazilian Voyage Quintet

Se quiser assistir um show de jazz no a Dizzy’s Club você precisará reservar uma mesa com alguns dias de antecedência pelo telefone, que fica disponível diariamente das 10:00 às 18:00.

O espaço abre todos os dias do ano às 19:30 e às 21:30, e o ingresso custa entre 20 e 45 dólares. Já as late night sessions não precisam de reserva.

Acontecem de terça a sábado a partir das 23:00 e custam entre 5 e 10 dólares, exceto para quem esteve presente no show das 21:30, que, nesse caso, pode entrar gratuitamente.

Para chegar até o Dizzy’s Club você pode descer nas estações de metrô Columbus Circle ou Columbus Circle Station.

Leia também Seu Jorge & Rogê em Nova Iorque

 

Artigo anteriorSeu Jorge & Rogê em Nova Iorque
Proximo artigoPratos deliciosos ao som de jazz
Sula Costa
Sula Costa nasceu em Anápolis, GO. Formou-se em Publicidade, Marketing e Jornalismo. Em NY, trabalhou com produtoras cinematográficas internacionais, Organizações de Instituto de Pesquisa em Preservação do Meio ambiente na ONU. Estudou produção de TV na Califórnia , designer gráfico e fotografia em NY. Trabalhou em projetos de restauração,construção e intervenção, planejamento culturais para o Brasil . Cobriu os principais eventos econômicos do Brasil em New York; trabalhou como correspondente internacional para o jornalista Gilberto Amaral. É Diretora Executiva da Costa Consulting,, empresa de consultoria e fomento cultural em Brasilia e, World Art Show em Sao Paulo, empresa que apoia a arte visual do Brasil.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here