Vânia Bastos lança clipe “Concerto para Pixinguinha”. Bastoslança clipe  pela VEVO Brasil e inaugura seu canal oficial no Youtube!

A canção do clipe é “Lamentos”, música composta por Pixinguinha que, anos depois, ganhou letra de Vinicius de Moraes, e faz parte do álbum “Concerto para Pixinguinha”, lançado em 2016.

Destaque de público e mídia especializada, figurando nas listas de melhores discos do ano.

“Lamentos” chega ao vídeo com a direção do premiado cineasta Pedro Jorge – autor de “Diamante, O Bailarina”, que percorreu uma série de festivais nacionais e internacionais, ganhando evidência na grande imprensa.

Vânia Bastos por Daniel Cardoso-namidia-uiara zagolin
Vânia Bastos por Daniel Cardoso

O álbum foi vencedor do Prêmio Profissionais da Música 2017.

Além de estar na estrada desde 2013, rodando diferentes pontos do Brasil e prestes a iniciar carreira internacional. Foram mais de 60 apresentações de sucesso.

Considerada um dos grandes destaques do disco a faixa “Lamentos”.
Foi escolhida para virar videoclipe, além de ser uma das músicas mais elogiadas pelo público e pela crítica.
Constatado pelo jornalista e crítico musical José Telles, do Toques  UOL e Jornal do Comércio (PE).
O confronto, no bom sentido, voz e contrabaixo em Lamentos (letra Vinícius de Moraes), já vale o álbum…”.

Sobre Vânia Bastos

Vânia Bastos é uma cantora brasileira ligada ao movimento culturalVanguarda Paulista.

Em 1975 mudou-se para São Paulo, onde começou a estudar sociologia e canto com os professores Hermelino Neder e seu pai,Jamil Neder.

Iniciou sua carreira profissional no início dos anos 80 ao lado de Arrigo Barnabé, sendo solista de Clara Crocodilo, disco marcante da chamada Vanguarda Paulista.

Com Arrigo foi também a solista de Tubarões Voadores, álbum lançado em 1984.

Durante dois anos cantou com Itamar Assumpção na banda Isca de Polícia.

Em 1986 grava seu primeiro disco solo e dentre seus dez trabalhos gravados tem discos lançados também no Japão e Europa.

Dedicou CDs inteiros às canções de Caetano Veloso,Tom Jobim e Clube da Esquina, tendo as participações do próprio Caetano e de Milton Nascimento em gravações suas.

Tem um único DVD, Tocar na Banda , em comemoração a vários anos de vida artística.

Em 2010, lançou o trabalho Na Boca do Lobo, álbum totalmente dedicado à obra de Edu Lobo.

Ronaldo Rayol foi o diretor musical, arranjador e violonista deste álbum, que contou também com a participação do próprio Edu Lobo.

Em 2016 lançou o disco “Concerto para Pixinguinha”, com arranjos do maestro Marcos Paiva.

O disco foi elogiadíssimo pela crítica especializada de todo Brasil. Disco destaque de 2016.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here